Social Commerce: entenda mais sobre essa estratégia poderosa de negócio

Cada vez mais presente, o social commerce ou comércio pelas redes sociais deve chegar a U$ 1,2 trilhão em 2025, ultrapassando o comércio eletrônico tradicional, segundo pesquisa
Social commerce: a estratégia de vendas pelas redes sociais
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Algum tempo atrás, comprar para o consumidor exigia sair de casa, andar por horas e horas na rua, entrar e sair de loja em loja e, ainda assim, voltar para casa sem ter encontrado o produto desejado.

Com o surgimento da internet e, mais posteriormente, das redes sociais, esse cenário foi mudando gradativamente. Sair de casa e voltar com a frustração de não ter encontrado o que buscava, começava a ficar no passado, e o e-commerce – compras em sites – chegava prometendo ficar. E ficou!

Mas não parou por aí. Ao mesmo tempo que o e-commerce redefinia hábitos dos consumidores, as redes sociais também se adaptavam ao comércio digital, dando origem ao que conhecemos hoje por social commerce, isto é, vendas pelas plataformas de redes sociais.

+++As redes sociais mais usadas no Brasil em 2022

Diante desse cenário oportuno, as marcas enxergaram um espaço de potencial para o comércio digital, e hoje algumas redes sociais já oferecem canal de vendas online, conectando empresas e clientes, de modo ágil e simples, como é o caso do Instagram Shopping, WhatsApp, Facebook e muitos outros.

Para se ter ideia da presença de público (potencial consumidor) em redes sociais, segundo o relatório Digital 2022, produzido pela We Are Social e Hootsuite, são 4,65 bilhões de usuários no mundo com contas ativas.

E a tendencia é que esse número continue crescendo, e o social commerce ganhe cada vez mais espaço nas redes sociais, fazendo história e mudando novamente hábitos e comportamentos de consumidores na busca e consumo de produtos e serviços pela internet.

+++15 notícias recentes de mídia social que você precisa ler

Previsão de crescimento do social commerce

De acordo com um estudo da Accenture, o comércio pelas redes sociais em todo o mundo, que atualmente já soma U$ 492 bilhões, em 2025 deve chegar a U$ 1,2 trilhão, superando o tradicional comércio eletrônico. Ainda segundo a, a previsão é de que a Geração Z (pessoas nascidas na segunda metade ou final dos anos 90) e Y (nascidos entre 1981 e 1995) serão responsáveis pelo aumento desse número.

Com previsões assim, as marcas correm contra o tempo para estabelecer modelos e estratégias de marketing digital que combinam agilidade e praticidade para o consumidor na hora da compra.

Não há receita de bolo, mas existem algumas estratégias que podem e devem ser adotadas para fortalecer a marca nas redes sociais, ampliar o relacionamento com o consumidor e impulsionar as vendas. Confira algumas, divididas em três tópicos, que a Polis Consulting destacou neste artigo.

Posicionamento e atuação nas redes sociais

Aqui, talvez, seja o início do planejamento de longo prazo. Definir identidade e linguagem de comunicação, posicionar a marca e ter atuação nas redes sociais é o primeiro passo antes que qualquer outra ação.

Por meio do marketing de conteúdo, recurso estratégico de marketing digital nas redes sociais, a é fundamental a marca produzir assuntos que tenham relevância. Textos para blogs, ebooks, infográficos e vídeos sao alguns exemplos que o consumidor busca ler quando pesquisa um produto.

Mas não dá para perder tempo e métricas e não aproveitar a tecnologia como meio de otimizar e automatizar funções que, executadas manualmente, prejudicam a produtividade em todo o processo.

Soluções como a Hootsuite, pioneira em gerenciamento de mídias sociais, abriga um ecossistema próspero de integração de tecnologias, fornecendo insights relevantes para sua marca a partir dos seguintes pilares: monitoramento, análise, anúncio, publicação e engajamento.

Monitore a reputação da sua marca

Monitorar a reputação da sua marca é o que há de mais comum nas equipes de marketing digital das grandes empresas. Nada será construído ou corrigido se esse monitoramento não for constante e com dados em tempo real.

Se por um lado as redes sociais deram às marcas espaço para anunciar, vender e se relacionar com o público onde ele mais está presente, por outro são nelas que o consumidor elogia, comenta, indica ou até mesmo solta o verbo quando está insatisfeito.

As principais marcas do Brasil e do mundo têm usado em seus processos de marketing digital a Brandwatch, ferramenta líder em monitoramento em redes sociais, projetada para ouvir as trilhões de conversas que acontecem diariamente na internet e nas redes sociais, principalmente aquelas que geram menções a sua marca.

Saiba mais sobre a Polis Consulting

Provedora de soluções tecnológicas no universo de marketing digital, a Polis Consulting, empresa presente em São Paulo, Brasil, e Hergiswil, Suíça, é revendedora oficial da Brandwatch, Hootsuite, Socialinsider e muitas outras.

Ficou curioso, com dúvida ou quer saber mais sobre soluções inteligentes em marketing digital? Consulte um de nossos especialistas.

Siga a Polis:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acesse aqui o seu report

Preencha os dados abaixo para acessar os relatórios: