Os consumidores estão se afastando de notícias sobre a pandemia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Apenas boas vibrações, por favor. Cada vez mais, consumidores estão se distanciando de notícias sobre a pandemia e estão à procura de boas notícias

Através de nossa pesquisa em andamento sobre a Covid-19, descobrimos que a pandemia e o lockdown de fato afetaram a saúde mental e os níveis de estresse das pessoas.

Mas os consumidores estão agindo para se manterem otimistas. Usando o BuzzSumo e o Consumer Research, vimos que as pessoas estão cada vez mais buscando e se engajando com boas notícias, enquanto viram as costas para as notícias sobre a Covid-19.

Analisamos as menções em inglês em todo o mundo durante março e abril para entender isso melhor.

Entendendo a situação

O cansaço em relação à Covid-19 está atingindo níveis mais altos a cada semana.

Para essa análise, usamos o BuzzSumo para verificar quantos artigos sobre a Covid-19 foram publicados e o número médio de engajamentos sociais (compartilhamentos no Reddit, curtidas no Facebook etc.) que estes artigos obtiveram. Também incluímos o tamanho da discussão on-line geral em torno da Covid-19 usando dados da nossa plataforma Consumer Research. Em seguida, indexamos todos esses pontos de dados para 2 de março para que possamos comparar as tendências.

Veja abaixo o que os números nos mostram até agora.

TRADUÇÃO
As agências de notícias veem uma queda maior em engajamentos nas redes sociais
Índice: 2 de março = 100. Fontes de dados: Brandwatch Consumer Research e BuzzSumo
Em verde: Artigos publicados | Em amarelo: Média de engajamento por artigo | Em roxo: Discussão on-line

No geral, os números estão caindo – o número de artigos, o número médio de engajamentos e o número de pessoas postando sobre o vírus.

As pessoas não estão necessariamente menos interessadas na Covid-19 – é mais provável que estejam apenas frustradas e cansadas para se engajarem ou discutirem o tema. Isso acontece principalmente quando o número de mortes e as taxas de infecção ficam mais assustadoras e a política começa a dominar as notícias.

Apenas boas vibrações

Mesmo que os números estejam caindo, ainda há uma enxurrada de novas notícias (geralmente ruins). É fácil entender por que os consumidores se sentem sobrecarregados.

No entanto, cada vez mais, aqueles nas redes sociais estão compartilhando notícias animadoras e gestos gentis em todo o mundo para se distrair do caos.

Usando nossa plataforma Consumer Research, apesar da pandemia, mais pessoas do que o habitual estão postando sobre histórias positivas e animadoras.

De 24 de fevereiro a 8 de abril de 2020, havia 10 milhões de publicações em inglês de notícias ou atos positivos, 3 milhões a mais do que no mesmo período de 2019. O número tem aumentado constantemente desde que medidas de quarentena e lockdown têm sido implementadas ao redor do mundo.

Das menções positivas que encontramos, 8 milhões não tinham nenhuma relação com o coronavírus.

TRADUÇÃO
Usuários das redes sociais compartilham e procuram mais notícias boas
Os dados mostram menções em inglês de boas notícias e atos de bondade nas redes sociais. Exclui notícias e conteúdo licenciado.

Alguns dos conteúdos mais populares compartilhados e discutidos incluem:

  • 73k menções sobre coalas que foram resgatados e devolvidos à natureza após os devastadores incêndios na Austrália
  • 32k menções sobre o programa “Some Good News” do ator John Krasinski

Entre as boas notícias mencionadas, milhares de pessoas compartilharam fotos de desenhos, crianças, cachorros e gatos de acordo com nossa ferramenta Image Insights.

Dito isto, os aumentos mais acentuados de boas notícias estavam relacionados à própria Covid-19. Por exemplo, quando o capitão aposentado de 99 anos, Tom Moore, arrecadou 15 milhões de libras para o Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, suas ações aumentaram as menções de “good news” (“boas notícias”), “kind gestures” (“gestos gentis”) e “hero” (“herói”) em 400% em sete dias. E havia 142k menções em inglês sobre aplausos e cantos para celebrar nossos profissionais da saúde ao redor do mundo.

Reddit

A popularidade crescente de notícias positivas também foi ecoada no Reddit.

Nós analisamos os subreddits /r/wholesomememes, dedicado a memes felizes, /r/UpliftingNews, onde as pessoas publicam notícias cobrindo eventos positivos, e /r/MadeMeSmile, onde são enviados conteúdos que nos fazem sentir bem.

Descobrimos que, devido à pandemia, postagens em fóruns estavam em alta nas últimas semanas. Em abril, publicações e comentários aumentaram 29% em relação a fevereiro.

TRADUÇÃO
Como as atividades de três subreddits sobre positividade mudaram com a Covid-19
Postagens dos subreddits em gráfico, incluindo publicações e comentários

/r/UpliftingNews foi o primeiro a crescer logo no início de março, quando lockdowns foram implementados em todo o mundo. Os usuários publicaram sobre energia renovável, doações para bancos de alimentos e queda nas taxas de mortalidade na Itália.

No /r/wholesomememes, o subreddit que baniu memes da Covid-19 em 14 de março, houve um aumento posterior nas postagens dominadas por animais, família e publicações motivacionais.

Isso é bom?

Conteúdos divertidos e animadores são ótimos, mas notícias factuais e informativas são mais vitais do que nunca. Com cada vez mais fake news em circulação, conseguir transmitir mensagens com informações importantes sobre segurança está ainda mais difícil.

Agradecemos a Joshua Boyd por relatórios e análises adicionais.

Receba as informações mais recentes sobre como a opinião e o comportamento das pessoas estão mudando diante da Covid-19.  Entre em contato conosco através do e-mail info@sh-pro64.teste.website, solicite e receba gratuitamente nosso report sobre o que as pessoas mais sentem falta na quarentena.

Siga a Polis:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acesse aqui o seu report

Preencha os dados abaixo para acessar os relatórios: