Jogos Olímpicos de Inverno 2022: veja a repercussão

No dia 4 de fevereiro, começaram os Jogos Olímpicos de Inverno em Beijing. Coletamos e analisamos alguns dados sobre o evento. Veja!
Jogos Olimpicos de Inverno - capa
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Depois das Olímpiadas de Tóquio 2020, os XXIV Jogos Olímpicos de Inverno 2022 chegaram à capital da China, Pequim, no dia 4 de fevereiro.

Segundo o site oficial das Olimpíadas, os esportes de inverso deste ano são: biatlo, bobsled, combinado nórdico, curling, esqui alpino, esqui cross-country, esqui estilo livre, hóquei no gelo, luge, patinação artística, patinação de velocidade, patinação de velocidade em pista curta, salto de esqui, skeleton, e por fim, snowboard. 

No mundo todo, um dos grandes desafios atuais é evitar a transmissão de Covid-19, sendo necessário implantar medidas sanitárias para a contenção da pandemia. Dito isso, uma das notícias que mais repercutiu nas redes sociais em relação aos Jogos de Inverno foi a confirmação de que a atleta australiana Tahil Gill contraiu o coronavírus. Em 24 horas, ela descobriu que o teste havia dado positivo e que deveria deixar a China junto com seu parceiro de prova, Dean Hewitt.

Quer saber o que mais as pessoas falaram sobre o evento na internet?

+++Tendências de consumo para 2022: compras online

“Olimpíadas de Inverno”

Usamos a plataforma Brandwatch para rastrear as conversas sobre “Olimpíadas de Inverno” entre os dias 12 de janeiro e 11 de fevereiro de 2022. Ao todo, foram 62,43 mil menções, um aumento de 584% em relação ao período anterior. Enquanto isso, foram rastreados 32,48 mil autores únicos, o que representa um aumento de 718% no que tange ao período anterior.

  • Total de menções: 62,43 mil
  • Autores únicos: 32,48 mil
Jogos Olímpicos de Inverno - gráfico de plataforma

Dentro do intervalo de tempo selecionado, as notícias mais importantes, segundo a popularidade do site, foram: ”Patinadora russa Kamila Valieva, ouro em Pequim-2022, está sob suspeita de doping”, da Folha, e “Como esquiadora prodígio acabou envolvida em disputa geopolítica entre EUA e China”, da BBC News.

Também observamos que os Jogos de Inverno tiveram mais buzz do dia 4 de fevereiro, com a abertura do evento, e que a maioria das conversas abordam a Covid-19 e a banda BTS, citada pela delegação sul-coreana.

A Brandwatch apresentou uma análise sobre os sentimentos dos internautas em relação ao evento. A maioriadas menções sobre “Jogos Olímpicos de Inverno 2022”, cerca de 43.708 (com um aumento de 545%) possuem um teor negativo, enquanto 4.707 (com uma aumento de 1.638%) são positivas sobre o evento.

Quem mais comentou sobre o evento?

Ao todo, foram 32,48 mil autores únicos falando sobre o assunto. Desses usuários, 54% se identificam como homens e 46% como mulheres – isso sem contar portais de notícias ou perfis que não declararam o gênero.

  • 54% homens
  • 46% mulheres

Ao olhar mais profundamente para a audiência, pudemos notar que as pessoas que falaram sobre “Olimpiadas de Inverno” também se interessam por temas como esportes, música, TV e livros. 

Além disso, as profissões mais recorrentes entre os autores únicos são professores, executivos, artistas e jornalistas, respectivamente. Os top tweeters verificados, por impacto, foram @g1, @tvglobo e @showdavida, já que a emissora Globo está cobrindo a competição.

E também é possível visualizar que grande parte dos autores encontram-se no Brasil (84%), nos Estados Unidos (5%), Portugal (2%) e na Coreia do Sul (1%).

Veja alguns posts de grande impacto no Twitter:

A Brandwatch apresentou quais foram as plataformas mais utilizadas pelos usuários para comentar sobre as “Olimpíadas de Inverno”. Com 75% temos o twitter, em seguida, vem os portais de notícias com 21% e com 1% blogs, facebook e reddit.

Jogos Olímpicos de Inverno - gráfico de plataforma

Entre trending topics, ou seja, aqueles assuntos que surgem na internet e experimentam um aumento repentino de popularidade nos canais digitais, é possível observar que a hashtag mais citada foi “#beijing2022”, e, logo depois, aparecem os termos “Pequim”, “China”, “Abertura”, também foi falado o termo “Brasil”, por conta de alguns atletas que estão representando o Brasil nessas Olimpíadas.

Veja abaixo:

Jogos Olímpicos de Inverno - trending topics

Nuvem de palavras

A nuvem de palavras funciona dessa forma: quanto mais uma palavra ou frase específica aparecer na conversa que estamos analisando, mais ela se destaca no gráfico.

Os termos “Pequim”, “China”, “Atletas” e “Covid” foram os mais escritos pelos usuários. Então, é possível fazer uma ligação entre os termos e entender o quão notória é a relação entre os eventos e os casos de Covid ao redor do mundo. Confira:

Jogos Olímpicos de Inverno - nuvem de palavra

Saiba mais em Polis Consulting!

Siga a Polis: