Fim da obrigatoriedade das máscaras em São Paulo levanta debate

Na última quinta-feira (17), o Governo do Estado de São Paulo anunciou a flexibilização do uso das máscaras em locais fechados. Veja como a notícia repercutiu na internet!
Fim da obrigatoriedade das máscaras em São Paulo levanta debate
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Após dois anos lutando contra a pandemia e o aumento da vacinação, foi possível flexibilizar o uso das máscaras em diversos países. O Brasil, com o passar do tempo, foi adotando algumas medidas sanitárias mais flexíveis, como a reabertura dos cinemas e teatros, a volta do ensino presencial e, mais recentemente, a liberação do uso de máscaras em alguns estados.

De acordo com o G1, 16 capitais brasileiras já deixaram de exigir o uso de máscaras em espaços abertos ou estão avaliando o cenário. Dessas, seis passaram a abolir a obrigatoriedade em ambientes fechados: São Paulo, Maceió, Florianópolis, Natal, Rio de Janeiro e Brasília. Em hospitais, unidades de saúde e no transporte público, ainda será obrigatório o uso de máscara.

Segundo o Governo de São Paulo, essa decisão foi tomada porque houve uma manutenção da melhora dos indicadores epidemiológicos, indicando a queda na transmissão da Sars-Cov 2 no Estado. 

Veja, abaixo, o que os brasileiros vêm falando sobre o assunto:

+++Volta às aulas presenciais tem buzz negativo na internet: veja os insights

Análise geral: fim da obrigatoriedade da máscara

Utilizando a plataforma Brandwatch, nossa parceira, para rastrear as conversas sobre  fim da obrigatoriedade da máscara entre os dias 18 de fevereiro e 17 de março. Ao todo, foram cerca de 1,1 milhão de menções ao assunto, um aumento de 213% em relação ao período anterior. Enquanto isso, tivemos 350,4 mil autores únicos, o que representa um aumento de 99%.

Fim da obrigatoriedade das máscaras em São Paulo levanta debate - menções

95% dessas menções podem ser classificadas como negativas. Entre elas, os tweets mais compartilhados falam sobre não se sentir confortável sem máscara. As outras 5% são positivas e se referem à importância da máscara.

Sentimento
  • Desconfortável sem a máscara (negativo)
  • Importância da máscara (positivo)

Podemos observar que, durante esse período, as conversas com maior buzz acontecem nos dias 10 e 17 de março. Essas publicações trazem, em geral, temas como continuar a usar máscara para se proteger. Veja abaixo: 

  • Continuar a usar máscara em alguns lugares (10/03/2022)
  • Porque eu uso máscara (17/03/2022)

Já as plataformas onde as pessoas mais comentaram sobre o assunto foram Twitter (89%), portais de notícias (6%), Facebook (2%), Instagram (1%), blog (1%).

Plataformas

Por meio de uma análise de logos, a Brandwatch também identificou que a marca mais mencionada junto ao tema foi a 3M (30%), fabricante de máscaras contra a Covid-19.

Quem está falando sobre o fim da obrigatoriedade da máscara?

Ao analisar as menções em português, observamos que cerca de 50% dos autores se identificam como mulheres e o termo mais falado por esse gênero foi “uso máscara”. Enquanto isso, os outros 50% são homens e o termo mais falado foi “fica em casa”. 

No caso, os autores únicos analisados se interessam por música (16%), esportes (11%), jogos (9%) e belas artes (8%). Além disso, eles trabalham, como professores (38%), executivos (24%), artistas (15%), jornalistas (7%).

Outro ponto relevante a ser notado é que os países que mais falaram sobre o assunto em português foram Brasil (88%), Portugal (3%), Estados Unidos (3%) e El Salvador (1%). 

No Brasil, os estados com mais comentários foram: São Paulo (28%), Rio de Janeiro (21%), Minas Gerais (7%), Rio Grande do Sul (6%), Santa Catarina (6%), Distrito Federal (5%) e Paraná (4%)

Estados do Brasil

Expressões mais usadas pelo público

Os termos “covid”, “uso de máscaras”, “pandemia”, “carnaval” e “pessoas” são os termos mais falados pelos usuários. Ao observarmos essas palavras podemos ter um pré-entendimento das discussões que estão acontecendo sobre o fim da obrigatoriedade das máscaras. Veja a nuvem de palavras abaixo:

Nuvem de palavras

A palavra “Carnaval” está relacionada às críticas sobre proibir o carnaval e, poucas semanas depois, flexibilizar o uso de máscaras. 

Saiba mais em Polis Consulting!

Siga a Polis: