As pessoas estão enojadas com esta marca… Mas não de uma maneira ruim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Essa cadeia de fast food enojou o público com seu principal produto apodrecendo em frente às câmeras para uma campanha de marketing viral. Qual foi a reação dos consumidores?

Eis o Whopper Mofado.

Sim, Mofado!

O Burger King revirou o estômago de muitos com uma ousada aposta de marketing, mostrando seu principal hambúrguer apodrecer em tempo real. De outdoors e pontos de ônibus a anúncios on-line, ninguém ficou a salvo da transformação repugnante e ninguém conseguiu deixar de olhar.

Para saber se esse truque publicitário um tanto quanto estranho realmente rendeu bons resultados para o Burger King, usamos o Brandwatch Consumer Research para examinar duas semanas de menções do Burger King.

Tópico quente

Nas semanas do levantamento, o Burger King foi mencionado mais de 174.000 vezes online. O volume de menções atingiu o pico de 40,7 mil em um único dia por causa da campanha “Moldy Whopper” (“Whopper Mofado” em português).

Se você ainda não viu, prepare-se:

https://twitter.com/BurgerKing/status/1230115099660124160?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1230115099660124160&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.brandwatch.com%2Fblog%2Freact-moldy-whopper%2F
“a beleza da comida de verdade é que ela fica feia. é por isso que estamos lançando um whopper sem conservantes artificiais. até o final de 2020 em todos os restaurantes dos EUA”

Ao olharmos as emoções que impulsionam essas menções, uma se destacou em particular:

Emoções com o tempo

Fonte: Brandwatch Consumer Research, 25 de fevereiro de 2020.

Nas últimas duas semanas, “nojo” foi a emoção mais forte detectada nas conversas em torno do Burger King, do Whopper e do Whopper mofado.

Havia mais de 49 mil menções que continham linguagem que indicava nojo em geral.

A representação sombria de um Whopper em processo de apodrecimento claramente não provocou muita fome.

Negativas, mas sem serem negativas…

De todas as menções categorizadas por sentimento das últimas duas semanas focadas no Burger King, 59,2% foram negativas. Mas as pessoas não estavam bravas com o BK diretamente.

Nossa categorização de sentimentos e categorização de emoções estava certa em reconhecer que a comida “ficando feia” era negativa e nojo era o principal condutor. Mas essa foi a resposta pretendida. Portanto, para o Burger King, isso não é motivo de preocupação.

O que é motivo de preocupação é se a aposta funcionou.

E funcionou?

#MoldyWhopper teve mais de 21,4 milhões de impressões. Isso só mostra o quão longe a campanha social foi.

E está claro que a façanha ganhou a atenção dos profissionais do setor – #Advertising e #Marketing estavam entre as hashtags mais usadas nessas conversas.

O Burger King conseguiu algo muito raro – uma campanha que:

  • Provoca uma reação forte do público, tornando o conteúdo incrivelmente compartilhável;
  • Consegue uma reação pretendida (nojo era definitivamente o que a marca tinha como objetivo!);
  • Envia uma mensagem de marketing clara (neste caso, a falta de conservantes artificiais no tão amado hambúrguer Whopper).

Do nosso ponto de vista, esta foi uma grande vitória. Mas conte aqui nos comentários o que você achou do Whopper mofado.

Siga a Polis:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Acesse aqui o seu report

Preencha os dados abaixo para acessar os relatórios: